Como organizar o roteiro em Atacama

Atacama oferece vários passeios, mas também apresenta um grande problema que é a altitude. Muitas pessoas não sentem nada, mas outras passam muito mal com dores estomacais e indisposição em geral. Como você não tem como saber qual será sua reação a altitude o melhor é organizar o roteiro e ir subindo aos poucos.

Por isso, escolha a sequência de passeios pelas altitudes, deixe os mais altos por último (Geiser).

Também deve-se levar em conta na hora de montar o roteiro, o local mais baixo é a cidade de San Pedro de Atacama com 2.400 metros de altitude. Nessa altura para quem não está acostumado, já se sentirá cansado após poucas atividades.

Assim, vamos a sequência:

  1. Laguna Cejar – excelente – 2.300 mts – a lagoa é gelada, mas experiência de entrar na água com salinidade muito alta é incrível, você é jogado para fora da água. O passeio começa mais a tarde porque o pôr do sol faz parte do tour. Bom para o primeiro dia, relativamente não é alto e dá para descansar um pouco da viagem.
  2. Valle Arco Iris – muito bom – 3.000 mts – precisa de um bom guia para explicar a arqueologia e geologia, senão, perde a graça.
  3. Valle de La Luna e Valle da Morte – excelente – 2.600 mts – as paisagens com unidade do ar entre as mais baixas do mundo, são incríveis. Faça no período da tarde para ver o pôr do sol.
  4. Termas de Puritana – excelente – 3.200 mts – rios com água mais quente que a piscina da academia, muito relaxante.
  5. Trekking Guatin ou Valle de los Cactus – muito bom – fiz somente a parte fácil, é muito bonita.
  6. Salar de Atacama – excelente – 3.000 mts – vista dos flamingos e de um terreno coberto por sal.
  7. Salar de Tara – 4.300 mts – o maior da região, infelizmente para mim, estava fechado devido a neve.
  8. Lagunas Altiplanicas – imperdível – 4.200 mts – as melhores fotos, o conjunto lagoas com montanhas formam paisagens incríveis.
  9. Geiser del Tatio – imperdível – 4.300 mts – só vendo para acreditar na água fervendo brotando do chão como um vulcão.

Deve-se ter cuidado também em marcar vários passeios por dia, em geral, recomenda-se um período de descanso. Por outro lado, alguns passeios já são feitos em conjunto como Salar de Tara, Salar de Atacama e Lagunas Altiplanicas, que são organizados em um tour só pelas próprias empresas.

Outros passeios que são possíveis de fazer no mesmo dia são: as Termas pela manhã e em seguida o trekking, porque são bem próximos e o Valle Arco Iris pela manhã e Vale de La Luna ou Laguna Cejar à tarde, que também são boas combinações.

Não deixe de fazer o passeio astronômico a noite, mas cuidado que eles não operam na semana de lua cheia e alguns dias são só em espanhol outros só em inglês. Alguns já oferecem em português.

Existem também várias caminhadas aos vulcões, mas as altitudes são acima de 5.500 mts e é necessário preparo físico. Eu não fui.

Tem também excursões para o Salar de Uyuni, na Bolívia. É necessário pelo menos 3 dias devido a distância. Minha filha esteve lá e disse ser imperdível, pode-se andar de carro por muito tempo vendo sal por todos os lados. Não tive tempo para ir até lá, mas penso em ir, com certeza, em uma nova viagem.

.

Inca Coya – www.incacoyatour.com

.

0 respostas

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *