Dunas e Lagoas

Quando se fala de Lençóis Maranhenses logo vem à mente a cidade de Barreirinhas.

Realmente esta é a maior cidade da região com os melhores hotéis, mas se você realmente quer conhecer os Lençóis passe por Santo Amaro do Maranhão.

O IBGE diz que a cidade tem pouco mais de 13.000 habitantes, parece menos.

Somente o centro tem ruas calçadas, as restantes são todas de areia.

As casas são bem típicas e podemos encontrar cabras andando pelas ruas.

Em Santo Amaro você se sentirá realmente no interior do Brasil.

A grande vantagem da cidade é a proximidade das dunas, é possível ir a pé até elas.

Como comentei na minha publicação sobre Lençóis Maranhenses, fiz a visita na temporada onde as lagoas estão vazias, mesmo assim a imensidão das dunas é impressionante.

Não tive oportunidade de ver muitas lagoas, vá entre junho e início de setembro e você poderá vê-las em grande número, muitas delas a pé.

Qualquer outro lugar você precisará andar muito nas vans que verdadeiramente são picapes adaptadas e pulam demais.

Dependendo do tempo e da sua disposição em andar existem caminhadas pelas dunas beirando as praias que valem muito a pena.

Ficando em Santo Amaro você poderá conhecer Betânia e o Espigão, dois lugares lindos o ano todo e um pouco distantes de Barreirinhas.

Veja os outros álbuns sobre a região nos links ao lado.

.

Voltar ao início…

.

Sobre a viagem

Em Santo Amaro fiquei na Pousada Água Doce, pousada bem simples com um quarto pequeno, mas limpo.

Com ótimas refeições e muito bom atendimento recomendo para quem não quer gastar muito.

Em Santo Amaro você não vai encontrar hotéis cinco estrelas, pode achar pousadas melhores, mas nada sofisticado, somente com o básico.

Se quer comer bem vá ao Restaurante do Gordo, serve-se principalmente peixes. A comida é ótima.

Comi o maior camarão da minha vida, disseram que era de água doce, eu não posso garantir, somente garanto que estava delicioso.

Seguindo a sugestão do meu guia passei por lá a tarde, e entre um passeio e outro, confirmei se eles tinham o camarão disponível, que não ocorre sempre, e marquei que chegaria as 20h.

Quando cheguei fui servido rapidamente.

Quem chega lá e faz um pedido tem que ter muita paciência, o restaurante tinha poucas mesas ocupadas já que era baixa temporada mesmo assim o serviço é muito lento.

Eles começam a fazer o prato depois que foi feito o pedido, demora.

Se não conseguiu passar antes vá com tempo, tome algumas bebidas enquanto espera, mas aproveite a ótima refeição.

A cidade mesmo não oferece muita coisa, somente o lugar para dormir.

Os passeios que valem a estadia.

Fique de dois a três dias em Santo Amaro, você não se arrependerá.

.

Veja outros álbuns dos Lençóis Maranhenses:

Lençóis Maranhenses – Maranhão – Brasil

Espigão – Lençóis Maranhenses – Brasil

Lagoa Betânia – Santo Amaro do Maranhão

Lençóis Maranhenses em Julho – Brasil

São Luís do Maranhão – Brasil

.

Voltar ao início…

.

4 respostas
  1. Mirtes do Amaral Giovani
    Mirtes do Amaral Giovani says:

    Tem guia local em Santo Amaro?
    Como chegar a Santo Amaro?
    Eu tenho 73 anos e meu marido 80.
    É passeio para nós?
    Somos de S Paulo.
    Parabéns pelas informações, muito bem elaboradas e de claro entendimento.

    Responder
    • Augusto Destruti
      Augusto Destruti says:

      Cara Mirtes,
      Desculpe pela demora na resposta, mas estava viajando para mais fotos.
      Meu guia em Santo Amaro foi o Glaydson, celular 98 98877-2703.
      Ele foi ótimo, recomendo muito.
      Os passeios são acessados por pickups adaptadas para conseguir andar pela areia.
      Pulam um pouco, algumas pessoas achavam desconfortáveis, mas conseguem chegar bem próximo das belas vistas de Santo Amaro.
      Precisa ir com espírito de alguma aventura.
      As caminhadas são adaptadas ao passageiro, podendo ser longas ou curtas, fortes ou suaves.
      Lógico que se tiverem maior disposição poderão ver mais coisas, depende muito de vocês.
      Meus pais quando tinham a idade de vocês conseguiriam ir normalmente. Não subiriam em algumas dunas, mas aproveitariam muito.
      Obrigado pelo elogio da publicação.

      Augusto Destruti

      Responder

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *