Palácios Portugueses – Queluz

Conhecer nossa origem é sempre muito importante para sabermos quem somos. Todos nós brasileiros sabemos que nossa história começa em Portugal. A visita a este lindo país foi importante para ver o que um dia aprendemos nas salas de aula.

Neste álbum falaremos do Palácio de Queluz, que fica muito próximo de Lisboa, na cidade de Queluz, são só 13 km.

Construção idealizada por D. Pedro III foi inaugurado em 17 de dezembro de 1778. Após sua morte, passou a ser a residência da rainha Maria I, lugar discreto onde era possível esconder sua loucura. Os visitantes do palácio ficavam impressionados com os gritos de Dona Maria I, resultado de suas visões e alucinações.

O projeto inicial era para ser um recanto de verão da família real portuguesa, mas após o incêndio do Palácio da Ajuda em 1794, passou a ser a residência oficial do regente português, D João, futuro D. João VI. Quando os franceses invadiram Portugal toda a família real fugiu para o Brasil. Após o retorno, Queluz, já não era mais o preferido da realeza.

Foi neste palácio, no Quarto Dom Quixote, que nasceu Pedro, o nosso futuro D. Pedro I, e foi no mesmo Palácio de Queluz que morreu, agora como D. Pedro IV, título que recebeu ao ser empoçado rei de Portugal após seu regresso do Brasil.

O Palácio de Queluz, muitas vezes é chamado de “Versalhes Português” pela riqueza interna e pelos belíssimos jardins. O tamanho é bem menor, mas a beleza é comparável. A Sala do Trono, a Sala de Música, a Sala dos Embaixadores e os jardins devem ser vistos nos detalhes.

Os Jardins do Palácios são compostos por estátuas e fontes. Existiam também uma grande variedade de topiarias, que são plantas podadas em formas ornamentais.

.

Voltar ao início…

.

Sobre a viagem

Em todos os guias de Portugal o Palácio de Queluz nunca está em destaque. Palácios como o de Mafra ou o da Pena são sempre mais lembrados. O Palácio Real de Queluz foi uma grande surpresa, ele não tem o tamanho dos Palácios de Mafra ou do Mosteiro de Alcobaça, nem a imponência do Palácio da Pena que fica no cume da Serra de Sintra, mas considero o monumento mais bonito que vi em Portugal.

Fomos de carro, demorou mais tempo para sair do centro de Lisboa, devido ao trânsito, que a chegada a Queluz.

Como em toda a viagem de Portugal, chegamos ao palácio sobre chuva. Durante a visita ao interior do prédio a chuva apertou muito. Por sorte na visita aos jardins houve uma pausa e consegui até tirar umas fotos com céu parcialmente azul. Na hora de sair voltou a chover e acabei tirando poucas fotos do lado externo.

Gostaria de cumprimentar o Governo Português, o cuidado e preservação dos monumentos históricos do país é digno de elogios. O Palácio Real de Queluz é um exemplo, está muito bem preservado.

Nossa ideia inicial era uma passagem rápida por Queluz e depois ir para Sintra. Acabamos ficando muito mais tempo que o planejado e tivemos que escolher somente uma das atrações de Sintra.

.

Outros álbuns e publicações sobre Portugal

Portugal – Beleza e História
Lisboa – Morada dos Reis Portugueses
Óbidos –  Castelo e Muralhas
Palácio de Mafra
Mosteiro de Alcobaça
Santuário de Fátima

.

Voltar ao início…

.

0 respostas

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *