Norte da Itália

A Itália tem uma área territorial semelhante ao estado do Maranhão, o Brasil tem 28 vezes o tamanho deste país tão importante na nossa cultura. Mesmo com essa área relativamente pequena a quantidade de locais para serem visitado é quase infinita.

Veneza, Florença e Roma estão entre as cidades turísticas mais importantes do mundo.  Somente a cidade de Veneza com uma população fixa de 260 mil habitantes recebe por ano 12 milhões de turistas, o dobro do que o Brasil recebeu em 2015 em todo o seu território.

As cidades da Toscana são lindas, a comida e o vinho são excepcionais, mesmo em um lanche rápido, come-se muito bem. No final deste texto coloquei alguns links de sugestões de restaurantes que são acima da média, e olhe que a média de qualidade e sabor italiana é muito alta.

Imagine um lugar em que um copo de vinho de ótima qualidade é mais barato que uma garrafa de Coca-Cola. Praticamente todos os restaurantes oferecem o vinho da casa em uma simples taça, em um pequeno pote de vidro com 250 ml ou jarras dos mais variados tamanhos dependendo da sua sede.

As estradas são excelentes, com pavimento, mesmo nas vias secundárias, comparável as nossas melhores autoestradas. A sinalização é muito eficiente, mas um GPS é sempre bem-vindo. Na Toscana as cidades ficam normalmente na parte mais alta das montanhas e a subida é feita por estradas muito sinuosas que parecem serpentes intermináveis. As autoestradas, ao contrário, são longas retas com um grande número de túneis.

O trem é outro meio de transporte que merece todos os elogios, são rápidos, eficientes e pontuais, tanto o trem de alta velocidade como os locais.

Sobre os Vaporetos de Veneza eu falarei com mais detalhes no álbum da cidade que lançarei em breve.

Neste álbum tem pelo menos uma foto de cada cidade que visitei, em breve vou lançar novos álbuns e dicas de cada local visitado com muitas outras fotos e informações interessantes para todos que tem como sonho uma viagem à Itália.

.

Restaurantes que valem a pena Conhecer:

Trattoria La Fiasca – Sirmione

Osteria Al Cicheto – Veneza

Osteria Trefanti – Veneza

Ristorante Villa 600 – Torcello

Rosa Salva Pastry – Confeitaria – Veneza

I’Pizzacchiere – Pizzaria – Florença

Savini Tartufi – Mercato Centrale Firenze – Florença

Osteria Sette di Vino – Pienza

Osteria La Taverna di Emma – Pisa

Trattoria Dal Billy – Manarola

.

Voltar ao início…

.

Sobre a viagem

Minha viagem começou muito tempo antes do embarque no avião. Tinha 16 dias em território italiano. Como decidi visitar somente o norte da Itália achei que seria tempo suficiente, pura ilusão.

Conversei com um grande amigo, que tem familiares na Itália e grande conhecimento do país, pedindo algumas sugestões de quais cidades deveria visitar. A única observação era que Veneza e Florença teriam que estar na lista. Quando recebi o e-mail com “algumas” sugestões fiquei preocupado, precisaria de mais de um mês para visitar somente os locais imperdíveis.

O primeiro grande desafio foi “encaixar” o maior número de cidades no tempo que eu tinha disponível. Após pesquisar na internet as sugestões recebidas foi com muita dor no coração que tive que cortar cidades e lugares como Verona e o Lago de Como.

No final acabei acertando o tempo previsto em cada local tendo em vista os dias disponíveis. Fiquei 1 dia em Sirmione, 3 dias em Veneza, 2 dias e meio em Florença, 3 dias entre Siena e Toscana, meio dia em Pisa, 2 dias em Cinque Terre e 1 dia em Milão. O tempo restante foi usado em deslocamento. A Toscana mereceria pelo menos mais um dia. Se você é um amante de arte renascentista, Florença precisaria de mais dias, o que não falta na cidade são museus de altíssima qualidade.

Confesso que planejei uma viagem para um jovem, que infelizmente não sou mais, e no final, depois de 6 hotéis e de 23 cidades visitadas, estava pedindo para voltar ao Brasil.

Cidades como Veneza, Florença e Siena nunca mais sairão da minha memória, a região de Cinque Terre merece muito ser vista.

A cidade de Florença, ou Firenze como dizem os italianos, é belíssima para todas as preferências, tem museus de arte que estão entre os melhores do mundo, tem prédios históricos incríveis e para quem gosta de compras, as melhores lojas do mundo, sem esquecer a gastronomia deliciosa.

Veneza é única, sei que muitos já disseram isto, mas é a pura verdade. Uma cidade sem ruas, sem carros somente com canais, precisa ser vista para entender realmente. A Praça de San Marco é algo de deslumbrante.

Siena é como se estivéssemos na Idade Média, suas muralhas e sua grande praça central são incomparáveis. Em San Gimignano é só as pessoas usarem roupas antigas se sentirão realmente no ano de 1500, a conservação é inacreditável.

Formada pelas cidades de Riomaggiore, Manarola, Corniglia, Vernazza e Monterosso al Mare, a região de Cinque Terre é um sonho. Como praias é um desastre, mas como beleza natural é uma região muito linda.

A viagem a Itália foi um sonho que se realizou e valeu cada minuto, não fiquei decepcionado em nenhum lugar, tudo que vi foi melhor do que esperava. A única tristeza vai ser pagar o cartão de crédito.

.

Veja também:

Sirmione – Joia Italiana
Veneza – Romance Sobre as Águas – Itália
Monteriggioni – Visita a Idade Média
Pienza – Toscana – Itália
Burano – Veneza – Itália
Ponte Vecchio em Florença – Itália
Cinque Terre – Mar e Montanhas – Itália
Manarola – Cinque Terre – Itália
Pisa – Torre e Catedral – Itália
Veneza – Transporte Público – Itália

.

Voltar ao início…

.

0 respostas

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *