Primeira corrida da Nascar

O Daytona International Speedway é o principal e mais conhecido circuito oval da Nascar. Junto com Talladega são os dois superspeedways da competição, isto é, circuitos com 2,5 milhas

Para quem não conhece, a Nascar é a categoria de corrida mais famosa nos Estados Unidos, são 36 corridas durante o ano, sendo dois neste circuito, a Daytona 500 em fevereiro e a Coke Zero 400 em julho.

Daytona Beach, onde está localizado o circuito, é uma cidade de praia muito famosa na Flórida com uma ampla rede de hotéis e restaurantes, mas nas semanas das corridas é difícil conseguir vagas com valores razoáveis, sobram somente os hotéis 5 estrelas com diárias para poucos bolsos.

A cidade de 60 mil pessoas que fica a 260 milhas (420 Km) de Miami.

O circuito comporta 167 mil pessoas e na Daytona 500 em fevereiro, por ser a primeira prova do ano, fica lotado. Apesar do grande número de pessoas tudo funciona perfeitamente, estacionamento, comida, banheiros, a saída.

Mesmo para quem não é fã da Nascar vale a pena participar da uma corrida. O perigo que você corre é de gostar delas e começar a acompanhá-las pela TV praticamente todos os fins de semana.

.

Daytona International Speedway

Daytona Beach

.

Voltar ao início… 

.

Sobre a viagem

Minha base na Flórida é em Fort Lauderdale, onde encontro outros amigos fãs da Nascar e alugamos um carro, uma van típica americana, enorme, consumindo muita gasolina, mas com todo o conforto. Vamos para Daytona Beach, assistimos a corrida, dormimos em um hotel e voltamos no dia seguinte para Fort. A distância de 389 km não permite ir e voltar no mesmo dia, mesmo porque uma corrida dura normalmente 4 horas.

Cuidado com o clima,  na corrida de fevereiro, inverno nos Estados Unidos, não levamos casacos pesados, afinal Daytona Beach fica na Flórida. Ocorreu um problema na pista e a prova atrasou. A corrida acabou quando já tinha escurecido e eu nunca passei tanto frio na minha vida.

A praia é bonita, se for na prova de julho aproveite uns dias a mais em Daytona Beach.

.

Veja também em Dicas e Casos “Pit-stop na Nascar”

.

Voltar ao início…

.

0 respostas

Deixe seu comentário

Quer participar da discussão?
Fique a vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *